segunda-feira, novembro 30, 2009


A chuva fez-me recordar os tempos da escola primária. No inverno, não podiamos brincar ao ar livre como tal, ficavamos sentados no chão "com pernas à chines" a ver desenhos animados.
Neste momento eu estou com a coragem do Bambi pro exame!

quinta-feira, novembro 26, 2009

quarta-feira, novembro 25, 2009

Leopoldina

Eu tenho a dizer que a Leopoldina não merece estar apresentavel neste estado! Por isso, criei esta petição para a fazer voltar ao normal!

Assinem aqui

Depois de um jantar académico a probabilidade de, no dia seguinte, ficar com náuseas, cefaleias e dores de garganta é ligeiramente elevada. Hoje, para além destes sintomas tenho muito frio e sono. De facto, o jantar e a noite foram interessantes porém, as bailarinas vestidas de enfermeiras deixaram muito a desejar. Porquê que associam enfermagem a seringas e personagens com bruta mini saia e um decote exageradamente ridículo?

E já agora, um saldo negativo de trinta e tal mil euros é qualquer coisa.

terça-feira, novembro 24, 2009

segunda-feira, novembro 23, 2009



Já conhecia mas, não deixa de ser uma boa sugestão ;)

sexta-feira, novembro 20, 2009

Gosto...



(...)
Confesso que só de imaginar
que te vou encontrar
me sobe à boca o coração.

E falas de ti e falas do tempo
prolongas o momento de um simples cumprimentar.
Falas do dia, falas da noite,
nem sei o que responda, perdido no teu olhar.

É certo que sempre ouvi dizer
que do querer ao fazer
vai um enorme esticão.
Mas haverá alguém quem possa negar
que querer é poder e o nunca é uma invenção.
(...)

segunda-feira, novembro 16, 2009

Deolinda



Uma boa surpresa os Deolinda ao vivo!

Que escandalo...!

A minha namorada é nova VICIADA no Farmville!

sábado, novembro 14, 2009

mail...

"Havia certa vez um homem navegando com seu balão, por um lugar desconhecido. Ele estava completamente perdido, e qual grande foi sua surpresa quando encontrou uma pessoa... Ao reduzir um pouco a altitude do balão, em uma distância de 10m aproximadamente, ele gritou para a pessoa:

- Hei, você aí­, aonde eu estou?
E então o jovem respondeu:
- Você está num balão a 10 m de altura!
Então o homem fez outra pergunta:
- Você é enfermeiro, não é?
O rapaz respondeu:
- Sim...puxa! Como o senhor adivinhou?
E o homem:
- É simples, Você me deu uma resposta tecnicamente correta, mas que não me serve para nada...
Então o enfermeiro pergunta:
- O senhor é um médico, não é?
E o homem:
- Sou...Como você adivinhou???
E o rapaz:
- Simples: o senhor está completamente perdido, não sabe fazer nada e ainda quer colocar a culpa no enfermeiro ."


sexta-feira, novembro 13, 2009

Não desligue...

Ontem chego eu a casa e depois de jantar, na esperança de puder ir até à Internet dar duas de treta e ver a minha quinta no Farmville, quando me deparo com a impossibilidade de conseguir efectuar a ligação! Havia qualquer erro a nível da palavra passe de acesso à Internet! Ora intrigado com toda esta situação faço um reset ao meu modem na esperança de puder resolver tal problema... Nada feito! Pronto estava na hora de ligar para a assistência da Clix para perceber o que se passava! Tenho a dizer que este foi um dos meus maiores erros de SEMPRE!


Primeiro entrave: tive de marcar cerca de 7 números para ser direccionado para um serviço que me pudesse atender devidamente! Depois de ter perdido uns bons 5 minutos a ouvir instruções e a discar números eis que, finalmente, eu ouço assim do outro lado: "a sua chamada está a ser direccionada para um operador...."! E eu a pensar que aquilo queria dizer que estava quase a ser atendido, eis que vem logo de seguida outra mensagem: "A sua chamada será atendida dentro de... 10 minutos!"

Segundo entrave: A música que temos de ouvir enquanto esperamos que nos atendam! Por acaso desta vez, a música era bem agradável, num tom muito calmo e suave! Até dava para relaxar um pouco, não fosse a musica interrompida, sistematicamente, de 30 em 30 segundos para eu ouvir a mesma frase: "não desligue. A sua chamada é importante para nós!" Isto foi o que se repetiu nos primeiros 10 minutos da espera, sendo que mais tarde foi substituída por: "A sua chamada será atendida o mais rapidamente possível."

Terceiro entrave: Já tinha passado 3o minutos desde que eu tinha ligado para a Clix, quando o meu pai me diz assim da sala: "Oh Daniel eu acho que mudei a password da Internet. Olha vai ao meu telefone ver a mensagem que tem lá..." (acho que já nem vou dizer mais nada)


Quais são as conclusões que pudemos tirar daqui?
1- Que o meu pai é parvo.
2- O gajo da Clix só me atendeu o telefone 53 minutos depois de eu ter começado a chamada (quando o problema já estava resolvido)
3- A música que a Clix tem para por aos clientes que esperam por uma chamada é boa, mas irrita muito mas muito, mas mesmo muito esta musica ser interrompida a cada 30 segundos por uma frase estudada e que já todos sabem que não é verdade!
4- O que é que o gajo estava a fazer que tivesse demorado tanto tempo para me atender? Foi quase uma hora agarrado ao telefone para depois eu dizer: "olhe era só para dizer que o meu problema já esta solucionado, mas obrigado pela musica de fundo que me deu..."
5- Eu ainda pensei que passamos 25 minutos de espera a frase que interrompia a musica fosse mudada para: "Não desligue: em breve pudera insultar o nosso operador"! E que passados 40 minutos de espera: "Não desligue: o nosso operador está com problemas da ordem intestinal! Sendo que a seguir o pode insultar como se não houvesse amanhã..."

quinta-feira, novembro 12, 2009

"Copiona"

Eu não tenho filosofia: tenho sentidos...
Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é.
Mas porque a amo, e amo-a por isso,
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem por que ama, nem o que é amar...

Alberto Caeiro


terça-feira, novembro 10, 2009

Sesame Street



“O Sol nasceu.
Como está lindo o céu.
Cá vou eu, vem tu daí também.
Aprender como se vai até à Rua Sésamo”

Já lá vão 40 aninhos. Quem é que não se lembra do Poupas e do Monstro das Bolachas? Do Egas e do Becas??!


Texto isento de Gripe A!

Ora hoje, neste exacto momento, sento-me em frente de um computador, e ao contrário do que me vinha acontecendo desde já há algum tempo, eu consigo dispor de tempo, espaço, paciência, inspiração, temática e ausência de problemas gastro-intestinais, de forma a me poder dedicar à escrita, e assim puder expressar toda uma panóplia de situações, relativamente engraçadas, que me têm vindo a acontecer desde há uns tempos para cá!
Não sei muito bem por onde começar, visto já não "dar notícias" há uns semanas largas! Não é que o Mundo tenha perdido uma grande coisa por esta minha ausência mais prolongada... Mas também, não é que ganhe muita coisa por eu estar calado, porque vejamos: se eu estou calado, outros estão a falar, e o que por vezes pode não ser assim tão agradável como parece, o que faz com que, por vezes, e em situações muito muito muito esporádicas, seja bom eu estar a falar!
Não sei se se perderam a meio deste último paragrafo! Provavelmente não, porque já devem ter parado de ler deste a parte: "Ora hoje, neste exacto momento, sento-me em frente de um computador...", pois tal anuncio deve ter provocado o pânico a alguns! Pânico ou um contentamento tal, que tiveram de ir lá fora um pouco para dizer ao mundo que eu voltei a escrever... Ou então foram à procura de uma faca afiada para cortar os pulsos! Tudo situações normais e perfeitamente aceitáveis!
Hoje sinto-me como uma mulher que encontra uma amiga. que já não vê há muito tempo, e que tem tanta coisa para contar sobre a vida das ouras amigas, que nem sabe bem por onde começar a "cortar na casaca"!
Mesmo assim, eu acho que vou começar a falar dos meus anos! Sim senhor, eu fiz anos, estive de parabéns durante um dia... Dia fantástico, diga-se de passagem, onde estive perto dos meus mais próximos! Nestas datas festivas recebemos sempre mimos e algumas prendas...! E é aqui que eu quero chegar... Primeiro facto que quero realçar: não recebi qualquer tipo de meias! Muito bom, pois as pessoas já começam a perceber que isso me causa náuseas e mau estar! Maaaaas eu recebi DOIS perfumes! Ora eu gosto de receber perfumes, gosto sim! Mas receber DOIS? Ponho-me a pensar se fazem isso por fazer anos ou se é mesmo por não aguentarem o meu cheiro nauseabundo... Engraçado é que uma das pessoas que me deu o perfume foi a minha namorada! Que me "obrigou" a usa-lo todos os dias! Não sei se é por o perfume cheirar bem , ou se é por eu cheirar mal...! Coitada da minha namorada! Mas tenho uma coisa para dizer: amor eu adoro o perfume! É muito bom... Não me precisas de fazer mais pisaduras nos braços sim?
Passando à frente: há uns tempos atrás a hora mudou! Atrasamos uma hora nos nossos relógios! Ora no ano passado fiquei um bocado chateado com isto, porque a hora mudou precisamente num dia que eu estava a fazer o turno na noite no hospital! Ora o que se passou foi que eu trabalhei mais uma hora... Este ano, não corria esse risco, maaaas mesmo assim eu consegui fazer uma coisa muito boa! Então o que se passou foi que NINGUÉM, reitero novamente o NINGUÉM, me avisou que a hora mudava! E como eu andava muito cansado nesse tempo não ouvia notícias e assim não sabia que a hora tinha de mudar... Ou seja, como NINGUÉM me disse para atrasar o relógio, eu na manhã seguinte levantei as 8 da manha, plenamente convencido que eram 9 e que já tinha dormido um bom par de horas, para fazer uns trabalhos e deparo-me com os senhores meus pais a ressonarem como se não houvesse amanhã! Muito bom sim senhor... Mas tive um amigo que ainda fez pior: em vez d atrasar o relógio o "visionário" adiantou o relógio uma hora! Muito bom mesmo, muito bom...!
Reparem que eu acima falei de problemas gastro-intestinais, e isso não foi por acaso! Falei, porque nesse mesmo dia da alteração da hora a minha mãe fez feijoada! Era domingo meus amigos, dia de reunir a família! Escusado será dizer que depois da feijoada a tarde foi passada a compor autênticos recitais de gases... Eu acho que se o Mozart ainda fosse vivo hoje ia desejar não ter olfacto! Engraçado como a minha namorada nesse dia disse que "não dava jeito estar contigo amor"! Não há perfume que faça milagres mesmo!
Bem, já contei algumas coisas! Em breve continuarei com esta redacção sobre a minha vida!

sábado, novembro 07, 2009

Ai o caralho...!

Para quem ainda se lembra, sim eu também escrevo neste blog! E sim eu ainda estou vivo... E sim, para mal de todos os vossos pecados eu vou estar de volta a escrita... Está para muito breve mesmo!

até lá, fica um abraço e um aperto de mão (ambos sem Gripe A)

Acontece aos melhores...


É a vidinha!

sexta-feira, novembro 06, 2009

Impecavel



Esta na Noite parte tudo... (EU GOSTO, sei a musica toda)

quinta-feira, novembro 05, 2009

conversas

Hoje falou-se da nossa amiga Candida Albicans!
Os sinais e sintomas são terriveis, tadinhas de voces! A bicha até agora não quis nada comigo, ainda bem... Mas, com tanta infecção na turma começo a ter medo LOOOOOOL

segunda-feira, novembro 02, 2009

Para quem diz que o vento soprou...

Eu tenho um vendaval na minha cabeça! Fico nauseada só de tentar entrar nela ou de ousar e ir contra ele, o vendaval...
A turbulência levar-me-à nalguma direcção. E sim, encontrarei remos, feitos de resistência de aço e coragem de madeira. Espero que não se vá quebrando ao longo do percurso.
A paciência guia-me entre a ventania.

...

Dia após dia tropeço e cambaleio, perigosa e interminavelmente!
Às vezes apetece-me gritar e dizer palavrões mas, em vez disso, respiro.






Vidas!

Que se faz num dia destes?

Detesto este tipo de dias...para além de ser o dia de todos os santos, esteve a chover todo o santo dia...
Não presta! Não querendo mostrar-me de contra com a vida.. mas nestes dias nem há grande vontade de estar acordada..Gostava eu de hibernar durante semanas e esquecer que dentro de horas estarei de volta à faculdade para mais uma e PRIMEIRA semana produtiva de trabalho.
Também com esta vontade de nada fazer, até as palavras têm preguiça em se libertar da teia em que se encontra amarrado o meu cérebro, neste momento, e organizarem-se de modo a criar alguma coisa de útil e casual, já nem exijo o interessante.
Hoje também esteve vento, que concerteza me levou algumas palavras aprazíveis de serem ouvidas ou lidas.
Pena que não me tenha levado algumas palavras definidas como abstractas, talvez porque ninguém tenha tido tempo, paciência ou capacidade de abstracção suficiente para lhes encontrar significado..Mas o que de facto quero dizer é que sempre que o vento sopra, fico na expectativa que me sopre também a alma e a leve junto com ele, aliás, uma parte dela..aquela parte que é a tal teia, que aprisiona uma outra parte do meu cérebro... AI! Vento, por favor, leva essa pedra que está em minh'alma e que torna ainda mais profundas as minhas cicatrizes.